terça-feira, 14 de outubro de 2014

José Melo participa de sabatina de entrevistas na Rede Amazônica‏



O governador José Melo (Pros), candidato à reeleição, participou nesta segunda-feira, dia 13 de outubro, de sabatina na Rede Amazônica com entrevistas no Jornal do Amazonas e no site G1 Amazonas. O candidato da coligação ‘Fazendo mais por nossa gente’ respondeu sobre temas polêmicos, falou sobre apoio presidencial e destacou alguns dos principais investimentos que planeja fazer em seu futuro governo. Após a entrevista, Melo seguiu para comício no bairro Cidade de Deus, na zona norte de Manaus.

José Melo reafirmou seu projeto de fortalecimento da educação e disse que pretende reduzir o custeio do Estado para garantir os recursos destinados a ampliar de 25% para 30% os recursos destinados ao setor. “Eu vou reduzir o custeio do Estado e aplicar na educação porque considero a educação o bem mais precioso. Quero dar ao professor e professora o que precisam para em sala de aula oferecer a melhor aula e, com isso, perseguirmos a qualidade”, explicou.





Segundo Melo, a profissionalização técnica também será reforçada como forma de garantir mão de obra especializada para o mercado de trabalho. Além da ampliação do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), que ganhará 14 novos núcleos no interior e um em Manaus, a proposta é utilizar escolas estaduais para a formação especializada.

“Temos a Zona Franca prorrogada garantindo que muitas empresas venham para cá, nossas políticas públicas voltadas para o surgimento de novas atividades econômicas que também vão gerar empregos. Através do Cetam vamos oferecer especialização e oportunidade de acessar esse mercado. Na rede de ensino, nos momentos em que as salas não têm aulas, ofereceremos cursos para treinar os jovens para o mercado de trabalho”, ressaltou.

Melo revelou que planeja estender o modelo de incentivos tributários aplicados às indústrias do Polo Industrial de Manaus como forma de desenvolver novos polos econômicos no Estado, como a piscicultura e a criação de uma indústria petroquímica, de fertilizantes, e polo de Biocosméticos e fármacos. Além da redução do ICMS, a proposta é oferecer terrenos para a instalação das novas iniciativas econômicas.

“Os incentivos estão aí. Esse é o grande atrativo para as indústrias e, para esses novos polos vamos, estender os atuais incentivos das áreas do polo industrial para que esses novos polos também possam funcionar”, afirmou.

Melo defendeu o asfaltamento da BR 319 e disse acreditar que o impasse em torno da estrada esteja perto de uma resolução. “Vou lutar com todas as minhas forças, unir com o prefeito de Manaus e com os meios de comunicação, para termos uma saída para facilitar a questão logística, o custo amazônico. Acho que estamos próximos de asfaltar a BR 319 e termos uma saída para o resto do Brasil fazendo com que haja a redução de custos”, disse.

De acordo com Melo, a ligação da capital Manaus será fundamental para atração de novos investimentos. Ele adiantou que o governo do Estado possui estudos para a construção de uma ponte em Manaquiri, para ligar por terra Manaus a BR 319. “Existe um estudo de uma ponte na comunidade Bela Vista, em Manacapuru, ao Manaquiri, passando por cima da Ilha da Paciência, chegando à comunidade de barro alto e com isso chegando até a BR 319”, disse.

Para o interior, José Melo destacou suas ações na área de saúde, com a criação do programa ‘Pronto Especialista’, que vai levar médicos em cinco especialidades para 14 municípios-polo. Na habitação, a proposta de Melo é construir 47 mil moradias populares, sendo 17 mil no interior. O Prosamim também será expandido para quatro municípios do interior e terá obras nos igarapés da Sharp, São Sebastião, Cachoeira Grande e Crespo, em Manaus.

“Vamos instalar o Prosamim em seis igarapés de Manaus. Estamos concluindo a bacia do Educandos, iniciamos a bacia do São Raimundo, e vamos levar para o interior, para beneficiar as famílias que mais precisam”, disse.

Candidato da coligação ‘Fazendo mais por nossa gente’, Melo tem como vice-governador Henrique Oliveira (SD). O grupo é composto por PROS, PSD, SD, PSDB, PR, PTdoB, DEM, PTC, PRP, PSL, PSC, PTN, PHS, PRTB, PV e PEN.

0 comentários:

Postar um comentário