segunda-feira, 3 de novembro de 2014

JV ESPORTE -Na Suíça, chutar a bola na cara do árbitro dá 50 anos de suspensão



Ricardo Ferreira poderá voltar a jogar bola apenas aos 78 anos
Quando o assunto é punição esportiva, a Suíça abandona qualquer neutralidade. Um jogador da quarta divisão do futebol local levou uma suspensão muito dura por ter chutado uma bola no rosto do árbitro da partida. Na verdade, dificilmente ela poderia ter sido mais rígida. O defensor Ricardo Ferreira, do Portugal Futebol Clube, está impedido de atuar na liga suíça
O lance aconteceu na derrota por 1 a 0 para o Worb. O j


ogador, que havia entrado no segundo tempo, ficou um pouco irritado demais quando o apito final soou e expressou a sua raiva chutando a bola no rosto da autoridade máxima da partida. Naturalmente, essa agressão foi acompanhada de muitos xingamentos, e Ferreira inclusive esguichou água no apitador.
“Não queremos esse tipo de jogador na nossa liga”, afirmou o advogado da liga de futebol amador da Suíça, Robert Breiter, ao jornal Blick. “Infelizmente, acontece um caso desses uma vez por ano. O agravante no caso de Ferreira foi a reincidência. Chegou a ser suspenso por 45 partidas depois de agredir jogadores adversários e ter ofendido autoridades da partida.
“Eu esperava um ano ou dois, no máximo, mas 50 anos? Futebol é minha vida”, disse o (ex) jogador. Na realidade, a punição é por tempo indeterminado, mas o sistema de computadores da federação exige uma data limite, então colocaram 50 anos. O que abre a brecha para Ricardo Ferreira voltar a atuar em 2064, quando estiver com 78 anos. Talvez seja melhor ele encontrar outra profissão.

0 comentários:

Postar um comentário