quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Nível do Rio Solimões já preocupa Defesa Civil



Cheia em Humaitá, uma das cidades do Amazonas em estado de emergência
A cheia do rio na região do Alto Solimões no Amazonas, começa a preocupar gestores públicos, famílias que vivem em comunidades ribeirinhas e em bairros próximos á igarapés. O nível do rio Solimões já começa atingir os assoalhos das residências de famílias de Tabatinga e Benjamin Constant, de acordo com dados da Defesa Civil.
 O volume de chuva tem sido acima do normal, segundo relatos de moradores, e do gerente regional de operações da Defesa Civil no Alto Solimões, Donizete Cruz. Em entrevista à Rádio Nacional do Alto Solimões, Donizete, esclareceu alguns dos cuidados que os moradores devem ter neste período. “Os moradores devem ficar atentos aos animais peçonhentos como cobras, aranhas, escorpiões e outros, além da vigilância total nas crianças, e o contato com a rede elétrica", ressaltou o coordenador.
A Defesa Civil de cada município tem a responsabilidade de fazer um levantamento das família que estão sendo prejudicadas pela cheia. Após a coleta desses dados, será feita uma documentação e enviada a Manaus para solicitação de ajuda, informou o gerente.
O nível do Rio Solimões registrado na sexta-feira (23) é de 10,72 metros. Segundo Donizete Cruz, esse ano pode haver uma grande cheia afetando a população da região que vai de Tabatinga a Tocantins deixando cerca de 17 mil famílias prejudicadas.

reportersolimoes

0 comentários:

Postar um comentário