quinta-feira, 25 de junho de 2015

Unesco visita comunidade indígena de Umariaçú I em Tabatinga (AM)

Professores indígenas participaram da reunião com Unesco
A visita da equipe da Organização das Nações Unidas para Educação e Cultura (Unesco) foi feita na comunidade indígena de Umariaú I, em Tabatinga, no Amazonas. O objetivo era falar com os professores sobre a estratégia de harmonização e prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) para as comunidades indígenas de Umariaçú I e II. A reunião com os professores aconteceu na Escola Municipal O'I Tchürüne, na própria comunidade.

De acordo com antropólogo Edson Benedetti Ruiz, da Unesco, um dos assuntos falados no encontro foi a elaboração de materiais didáticos na língua Ticuna que falem de doenças comuns entre as aldeias.


“Mas a novidade é que esse material será discutido e produzido com a comunidade e para a comunidade. Então, tudo o que for elaborado aqui vai ser produzido para o Alto Solimões e não um produto que vem de fora”, disse.

Ainda segundo ele, o próximo passo é seguir para a organização das oficinas e harmonização do conhecimento sobre a prevenção das DSTs, como o HIV/AIDS, que devem ser realizadas entre os dias 20 a 25 de julho, nas duas comunidades.

Repórter Solimões

0 comentários:

Postar um comentário