quarta-feira, 1 de julho de 2015

Ao empossar Pedro Elias como novo titular da Susam, José Melo diz que ajustes não afetarão serviços de saúde



O governador do Amazonas, José Melo, deu posse nesta quarta-feira, 1º de julho, ao secretário de Estado da Saúde, Pedro Elias de Souza, traçando como metas para o novo gestor avançar no aperfeiçoamento e melhoria dos serviços prestados à população. De acordo com o governador, os ajustes impostos pela situação da economia brasileira e a queda na arrecadação com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que no primeiro semestre acumula perdas reais de R$ 303 milhões, não afetarão investimentos planejados para o setor no Estado, como a construção do Hospital da Zona Norte.

José Melo enfatizou que os ajustes na saúde não devem atingir o nível dos serviços, nem reduzir a quantidade e a qualidade dos atendimentos. “Vamos reunir com cada cooperativa para fazermos a redução de custos sem que haja prejuízo. Não quero que haja redução nas cirurgias, nos exames, nem em qualquer tipo de serviço. Vamos fazer uma gestão otimizada para ajustarmos as contas sem interromper serviços ou diminuir em qualidade”, afirmou o governador.


Realizada na sede do Governo do Estado, no bairro da Compensa 2, zona oeste, a cerimônia de transmissão de cargo contou com a presença da primeira-dama do Estado, Edilene Gomes de Oliveira, do vice-governador, Henrique Oliveira, do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, além de deputados estaduais, vereadores,  secretários de governo e diretores de unidades de saúde. José Melo disse que a diretriz máxima para todo o governo, diante dos desafios impostos pela crise econômica, é “racionalizar recursos, os processos de gestão e melhorar e manter a qualidade dos serviços”.

Durante seu discurso, o governador afirmou que os investimentos do Governo do Estado estão assegurados. Além da sáude, José Melo destacou a área de educação e infraestrutura. Na educação, a previsão para este ano é que R$ 287 milhões sejam aplicados na melhoria da rede. Já com a área de infraestrutura, o Estado deve superar a marca de R$ 1 bilhão em obras, ressaltou o governador, ao falar de novos projetos em Manaus como os anéis viários Sul e Leste e a conclusão das obras da avenida das Flores, AM-070 e as obras do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim). “Temos a ampliação da Fundação Cecon, os hospitais e o da Zona Norte que estão consignados e terão andamento”, frisou o governador sobre as obras na área de saúde.

José Melo agradeceu o trabalho desenvolvido pelo ex-secretário Wilson Alecrim e disse que o médico deixa o cargo de secretário, mas permanecerá no governo atuando como seu assessor pessoal para assuntos ligados à área de saúde. O governador revelou que uma das missões de Alecrim será desenvolver um projeto para propor ao Governo Federal a criação de um Fundo Nacional de Saúde.

“Alecrim terá a missão de construir uma proposta de criação de um fundo com parâmetros específicos de uso exclusivo para a saúde, e que realmente possa sustentar a saúde pública. Dentre outras coisas ele virá ajudar a construir essa visão. Por outro lado quero que ele me ajude nessa tarefa dura da saúde no interior”, antecipou José Melo.

Novo secretário de saúde - Pedro Elias de Souza assume a Susam no lugar de Wilson Alecrim, que pediu exoneração no último dia 20 de junho. Pedro Elias tem 48 anos, é cirurgião-geral e ocupava o cargo de diretor-presidente da Fundação do Coração Francisca Mendes, unidade que é a referência da rede estadual de saúde na área de cardiologia. Ele diz que assume a nova função tendo definidas três linhas de atuação, que consideram, principalmente, o cenário de crise econômica que afeta o país.

“Temos que racionalizar os recursos para fazer frente a este cenário adverso, otimizar os processos de gestão, além de manter e melhorar a qualidade da assistência, de modo que ela não seja tão impactada pelos ajustes financeiros necessários para este momento”, disse o novo secretário.

Pedro Elias afirmou que a equipe de direção da secretaria de saúde será mantida. Para a direção do Francisca Mendes será nomeado o médico Ivan Tramujas da Costa e Silva.

0 comentários:

Postar um comentário