quinta-feira, 9 de julho de 2015

Moradores de Atalaia do Norte e Benjamim Constant reclamam de falta de energia


Iluminação pública

A falta de energia elétrica tem sido uma reclamação constante dos moradores de Atalaia do Norte e Benjamin Constant, no Alto Solimões. Eles relataram que há duas semanas a cidade vem sofrendo com apagões.

A moradora do município de Benjamim Constant Marcela Maia conta que a falta de energia tem lhe trazido prejuízos.

“Está com a duração, eu acho, de duas semanas e está por bairro. Aí, assim causa grandes problemas na nossa casa, principalmente nas comidas. Com esse problema, a gente não pode comprar peixe, essas coisas que estragam”.

O líder local da Eletrobras Distribuição Amazonas Energia de Benjamim Constant e Atalaia do Norte, Edeládio de Souza Gomes, explicou o motivo dos apagões no município. Ele ressaltou, também, que a situação de energia dos dois municípios só vai melhorar definitivamente quando o município de Atalaia do Norte tiver uma usina própria.


“O desenvolvimento gera uma demanda no fornecimento de energia elétrica e Atalaia e Benjamin hoje significam uma ponta de 5 mil kW de energia. Nós estamos trabalhando a possibilidade de instalarmos mais um grupo gerador de 1.500 kW, que já está sendo providenciado para ser colocado na base e nos dará uma condição, uma sobra de energia para mais 900 kW. Consequentemente, outro será revitalizado, outro grupo gerador, provavelmente até o dia 15 já teremos esse grupo gerador funcionando”.

Durante visita aos municípios e comunidades do Alto Solimões, na semana passada, a comissão da Assembleia Legislativa de Minas e Energia dos Estados do Amazonas informou que será solicitada à presidência da Eletrobras Distribuição Amazonas a reinstalação da usina termoelétrica em Atalaia do Norte.

A usina termelétrica fica no município de Benjamim Constant e fornece energia para Atalaia do Norte através de um cabeamento de 26 Km de rede através da BR-307, estrada que interliga os dois municípios.

Repórter Solimões

0 comentários:

Postar um comentário