terça-feira, 31 de maio de 2016

Hissa Abrahão é mantido no PDT e reafirma pré-candidatura à Prefeitura de Manaus



Do D24am
Manaus - “Meus cumprimentos e gratidão ao PDT nacional e regional. Nossa pré-candidatura está consolidada e a partir de amanhã (hoje) estaremos nas ruas de Manaus, com apoio da família PDT-AM, rumo à vitória. Agora, mais do que nunca, nossa vontade de fazer, ninguém segura”.
A declaração do deputado federal Hissa Abrahão (AM) foi postada, nesta segunda-feira (30), na página dele, em uma rede social, em comemoração à decisão do PDT, que decidiu mantê-lo no partido, em reunião do diretório nacional, no Rio de Janeiro (RJ). O deputado é pré-candidato do PDT à Prefeitura de Manaus.

Hissa foi julgado pelo partido após ter votado, como outros cinco deputados do partido, pela admissibilidade do impeachment de Dilma Rousseff (PT), na Câmara dos Deputados, contra a decisão do partido, que fechou questão contra o afastamento da presidente. A expulsão foi substituída por uma pena de suspensão de 40 dias da direção regional do partido, da qual é presidente.
Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, o relator do processo administrativo, Marcos Ribeiro, defendeu a permanência de Hissa na sigla pedetista.
“O deputado Hissa estava no PDT há menos de 30 dias, no dia da votação. Ele não tinha participado das reuniões que decidiram o voto contra o impeachment. Temos que ressaltar que o voto aqui no Conselho de Ética é político, uma vez que, a menor pena é a suspensão pelos 40 dias”, disse, conforme a assessoria de Hissa.
Ainda de acordo com a assessoria, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, também, defendeu a permanência do deputado Hissa no partido político durante o julgamento.
Para Hissa, a decisão dos membros foi a mais sensata possível. “Eu só tenho a agradecer aos meus companheiros do PDT, na pessoa do presidente Carlos Lupi, que defendeu nossa permanência no partido. Ao nosso presidente estadual Stones Machado e a todos os companheiros do Amazonas que foram nos defender”.

0 comentários:

Postar um comentário