terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ATALAIA DO NORTE - Saúde Indígena - Sesai: saiu edital do concurso Ministério da Saúde para 102 vagas

 Confira o Edital

Saiu o edital concurso público Ministério da Saúde para 102 vagas, para lotação nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas que compõem a SESAI - Secretaria Especial de Saúde Indígena. A remunerações iniciais são de R$5.242,27 (e não R$5.494,09 como era informado no projeto básico do concurso) ou R$6.202,88).
SESAI - Saúde Indígena abre concurso público com oportunidades de nível superior: Administrador, Analista Técnico de Políticas Sociais e Contador. A lotação dos aprovados e efetivados será nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), que compõem a Secretaria Especial de Saúde Indígena. As provas serão aplicadas em todas as capitais.
A seleção terá provas aplicadas em todas as capitais, incluindo o Rio de Janeiro, portanto, mesmo não havendo vagas para o estado.

As oportunidades são para cargos de Administrador, Analista Técnico de Políticas Sociais e Contador, para trabalhar nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs), que possui unidade nos seguintes estados: Minas Gerais, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina e Tocantins.

O valor da remuneração inicial varia de R$ 4.784,27 a R$ 5.744,88, mais o auxílio alimentação, por jornada de 40 horas semanais.

Apostilas para Analista de Políticas Sociais e Administrador - Ministério da Saúde 2017

As inscrições serão recebidas somente via página oficial do IDECAN (www.idecan.org.br), do dia 5 de dezembro de 2016 ao dia 5 de janeiro de 2017. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 67,00 para todos os cargos.

A seleção para todos os cargos consistirá de provas objetivas de múltipla escolha e discursivas, previstas para o dia 19 de fevereiro de 2017 nas 27 capitais da Federação. Os inscritos ao cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais ainda participarão de avaliação de títulos.

A avaliação objetiva trará questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos, enquanto que a avaliação discursiva consistirá de estudo de caso sobre tema constante do conteúdo programático de Conhecimentos Específicos.

O prazo de validade do concurso será de um ano, a partir do resultado final, passível de prorrogação.

0 comentários:

Postar um comentário