quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

URGENTE! DRCO promove ação pelo Rio Solimões em reforço às buscas ao delegado Thyago Garcez



A Polícia Civil do Amazonas, por meio de servidores lotados no  Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), sob o comando dos delegados Juan Valério e Guilherme Torres, respectivamente diretor e diretor adjunto da unidade policial, está realizando, desde quarta-feira, dia 21, pelo Rio Solimões, nas proximidades de Coari, município distante 363 quilômetros em linha da capital, a entrega de cartões a ribeirinhos com os números do disque-denúncia do departamento: (92) 99360-8004 e 99962-2777, com o intuito de intensificar as ações de busca pelo delegado Thyago Pereira Garcez Bastos.

O titular da 78ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Codajás, Thyago Pereira Garcez Bastos, 30, está desaparecido desde a noite do dia 5 de dezembro deste ano, após confronto com traficantes ocorrido no Rio Solimões, em uma região de Coari. Conforme Juan Valério, a ação está ocorrendo em atendimento à determinação feita pelo secretário da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), delegado federal Sérgio Fontes.
“Estamos buscando o apoio dos moradores dessa região e de pessoas que trafegam pela área onde ocorreu o confronto para que nos ajudem a achar o nosso colega. Nossas equipes estão abordando os condutores de barcos de recreio, lanchas e até proprietários de flutuantes nas proximidades de Coari, Codajás, Anamã, Anori, Manacapuru e Iranduba. Uma equipe do Corpo de Bombeiros está nos ajudando nesse trabalho árduo, fazendo a entrega de cartões e buscando informações relativas ao caso”, argumentou Juan Valério.

De acordo com a autoridade policial, em função da região apresentar diversas peculiaridades, como comunidades e lagos, é imprescindível a colaboração dos ribeirinhos. Toda informação recebida está sendo analisada e o sigilo da fonte será preservado. Juan Valério destacou, ainda, a importância das pessoas terem a consciência do trabalho que está sendo realizado, evitando, com isso, passar informações inverídicas, comprometendo as buscas ao delegado desaparecido.

0 comentários:

Postar um comentário