sábado, 28 de janeiro de 2017

JV BC - Produtores de maracujá da comunidade São José recebem visita da Secretaria de Produção Rural em Benjamin Constant




O secretário de produção rural do município de Benjamin Constant, engenheiro agrônomo Maurício Veloso e os técnicos da secretaria e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) visitaram nesta terça-feira (24/01) a comunidade ribeirinha de São José, localizada na ilha do Aramaça (distante 40 minutos de motor ‘rabeta’ da sede do município). O encontro com os produtores de maracujá faz parte do calendário de levantamento e assistência técnica do plano operativo da secretaria.

A visita ocorreu em dez produtores da fruta que é a principal fonte de renda das famílias. Atualmente são sete hectares de área cultivada no sistema latado com produção média de duas toneladas de frutos por semana, que é comercializado em Benjamin Constant, Tabatinga e Leticia (Colômbia).



O presidente da comunidade, Juarez Fernandes, explica a importância da cultura na vida da comunidade. "O maracujá sempre fez parte da vida da comunidade, gerando renda para as famílias produtoras. É uma cultura rentável, por exemplo, se você planta meio hectare e não alaga, tem uma despesa de 2 mil reais, e com a venda você ganha 15 mil reais", destacou.

Gelson Carvalho, maior produtor atualmente da fruta comenta. "Nossos maiores problemas são a assistência técnica, pois os técnicos sempre dizem quem vem e nunca chegam. O que sabemos hoje foi da época do projeto da ISCOS, mas agora nossas esperanças foram renovadas com o prefeito David e as propostas da secretaria de produção que com certeza vai nos acompanhar".
A secretaria organizou com os produtores de duas a três visitas mensais as áreas produtivas, garantindo uma assistência técnica permanente. A comunidade São José é maior produtora do de maracujá do município.

*Com informações da SEMAF/BC

0 comentários:

Postar um comentário