quinta-feira, 23 de março de 2017

Dia da Água - Desafios para o Saneamento Básico são discutidos na UEA



A capital do Amazonas está entre as dez piores cidades do País no Ranking do Saneamento Básico. Segundo o professor do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Paulo Souza, para modificar essa situação é necessário que o Governo Federal planeje ações para o enfrentamento do problema. O tema foi discutido entre gestores, professores e alunos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) nesta quarta-feira, (22), durante a palestra “Águas Residuais: desafio para o saneamento ambiental”.


O evento é organizado pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (Profágua) e se estende durante toda a semana com visitas técnicas. Uma delas será na Comunidade Tiú, na Bacia do Tarumã, em Manaus.

O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tarumã-Açú, explicou que os alunos do mestrado do Profágua realizarão atividades lúdicas na comunidade. “E vão concluir com a apresentação de um protótipo de unidade de tratamento, com a possibilidade do mesmo ficar na comunidade”, destacou. Um total de 66 moradias está alocado na comunidade.

Para a vice-coordenadora do Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (Profágua), Maria da Glória Gonçalves Melo, o mestrado desenvolvido na UEA é importante para a região por ser o primeiro em rede que envolve seis universidades. “O papel da instituição é apresentar os trabalhos de pesquisa e estudos de casos produzidos sobre a gestão e regulação de recursos hídricos, com a proposta de que esses trabalhos poderão nortear políticas públicas para o bem estar da sociedade. Vivemos uma contradição, pois temos abundância, mas não temos qualidade”, enfatizou.

A programação da Semana Mundial da Água da UEA continua nesta quinta-feira (23) com visitas técnicas a Estação de Tratamento de Efluentes da Manaus Ambiental, na sexta-feira, (24), a visita técnica será no Sistema Alternativo de Tratamento de Esgoto na Comunidade do Ramal do Pau Rosa e finaliza no sábado (25) com a atividade na Comunidade Tiú, na Bacia do Tarumã.

Dia Mundial da Água
O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU no dia 22 de março de 1992 como forma de chamar a atenção para a importância da água doce e defender o manejo sustentável dos recursos hídricos. Cada ano, destaca-se um aspecto específico e neste, o foco principal é aumentar o debate sobre as águas residuais de modo a garantir a meta 6 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável "reduzir a proporção de águas residuais não tratadas e aumentar a reciclagem da água e a reutilização segura".

Sobre o mestrado
O objetivo do Mestrado Profissional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos em Rede Nacional (Profágua) é promover uma formação teórica e prática aos profissionais e pesquisadores da área de recursos hídricos, aprimorando as competências pessoais e profissionais, com o intuito de qualificá-los para lidar com os problemas associados às questões mais complexas da gestão e regulação das águas no Brasil. O curso iniciou em setembro de 2016 e será realizado no prazo de 24 meses. O mestrado selecionou 18 alunos.

O curso é presencial, com oferta simultânea nacional, no âmbito do Sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Em razão das características de distribuição territorial dos participantes e das instituições, serão utilizadas tecnologias de informação e comunicação aplicadas à educação à distância (EAD) para o desenvolvimento de parte das atividades acadêmicas.

0 comentários:

Postar um comentário