domingo, 5 de março de 2017

JV MANAUS - Partida beneficente Amigos de José Aldo x Amigos de Ronys Torres leva mais de 35 mil pessoas à Arena da Amazônia e dá show de solidariedade




Partida beneficente Amigos de José Aldo x Amigos de Ronys Torres leva mais de 35 mil pessoas à Arena da Amazônia e dá show de solidariedade

Um show de solidariedade e recordes dentro e fora de campo. Assim foi a terceira edição do jogo beneficente Amigos do José Aldo x Amigos do Ronys Torres, que reuniu 35.117 pessoas na Arena da Amazônia, na tarde deste sábado, dia 04. O amistoso beneficente que envolveu dois astros do MMA mundial e outras “constelações” do esporte, da música e da arte, arrecadou 43,5 toneladas de alimentos e terminou em 6 x 5, beneficiando o lutador manacapuruense e deixando para trás o time do dono do cinturão dos penas do UFC. O evento foi uma realização do Governo do Amazonas.


“Essa foi a edição que mais arrecadamos alimentos e a que mais recebemos pessoas na Arena por este jogo beneficente. Todos os anos a gente vem evoluindo, na primeira edição foram 22 mil pessoas, na segunda 33 e agora mais de 35 mil de público. O evento vem amadurecendo e, assim, estamos atingindo nosso principal objetivo, que é arrecadar alimentos e ajudar as famílias afetadas pela cheia do interior. Só tenho a agradecer a população pela confiança, ao governador José Melo e a primeira-dama Edilene Oliveira por toda ajuda, e agora vamos continuar trabalhando para que cada vez nossa Arena receba jogos e eventos que agradem o público”, destacou o titular da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabricio Lima.

Principal protagonista da partida, o lutador José Aldo mostrou bastante habilidade em campo, porém o placar não foi favorável para seu time. Mesmo assim, ele afirmou que o resultado não influenciou a satisfação de atuar na cidade em que nasceu e descobriu o Jiu-Jítsu. “Isso é um evento histórico. Rodo os eventos festivos de final de ano e não chega nem perto dessa arrecadação. Isso é um jogo festivo e estou muito feliz e essa derrota não muda nada na minha vida. Vou continuar ajudando o próximo. Esse ano vem uma cheia forte e já estamos pensando em alguma coisa sem ser o futebol para ajudar ainda mais essas famílias”, destacou o campeão.

Antes do jogo rolar, o evento ainda foi marcado pela apresentação de fanfarras, e da equipe de ginástica rítmica do Centro de Ginástica do Amazonas Bianca Maia Mendonça. No intervalo da partida, a escola campeã do carnaval 2017 de Manaus, Reino Unido, também animou o público.

O jogo - Bola na rede foi o que não faltou no amistoso, levando o público ao delírio. Bebeto abriu o placar aos 15 minutos do primeiro tempo para o time de Aldo. Um minuto depois, Marcelo Bimbi empatou para o time de Ronys. Aos 20, Ronys Torres, de pênalti, deixou o jogo em 2x1. Quinze minutos mais tarde, Denílson marca seu primeiro gol para o time do lutador do UFC e empata para a equipe. Porém, o feito não demora muito, pois para fechar a primeira etapa, Fabiano marca o terceiro para o time do casca-grossa de Manacapuru.

No segundo tempo, Ediglê marca para o time de Ronys e, em seguida, Jean aumenta para o time convidado, somando 5x2. Amenizando, aos 19 minutos Denílson descontou para os amigos do Aldo: 5 a 3. Em seguida, e fazendo a alegria do público, o anfitrião da festa, José Aldo, estufou a rede, chegando próximo do adversário.

Aos 38 minutos, Denílson, num gol de cobertura, marca o terceiro gol dele e empata a partida 5x5. Porém, para fechar a noite, Ediglê aproveitou uma deixa de Ronys, invadiu a área pela direita e tocou na saída do goleiro, para dar a vitória ao time do campeão do Shooto Brasil.

Autor de três gols, o craque Denilson fez jus ao apelido 'DenilsonShow'. Pela segunda vez atuando na Arena, o comentarista esportivo gostou de sua atuação na Arena. Após o jogo, em entrevista coletiva, o pentacampeão falou sobre a partida beneficente e criticou o veto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de vender os mandos de campos do Brasileirão 2017 para estados que não são de origem do time.

"Estou muito feliz de estar aqui mais uma vez. Foi um jogão, dessa vez não deu para a gente, mas tudo é festa em prol da solidariedade. Quanto à CBF, isso é um absurdo. Fico bem constrangido e com vergonha das decisões tomadas pela CBF. Éste é um estádio belíssimo e a gente passou a semana inteira falando da liberação do Maracanã  para o clássico do Fla-Flu. E temos um estádio que pode ser usado por times do Brasil é até de fora do país. Isso é um absurdo. Por isso, faço parte da campanha #LiberaCBF", bradou Denílson.

Show a parte de Bebeto
E foram precisos 23 anos para o amazonense ver de perto o inesquecível gesto da comemoração do atacante Bebeto, que comemorou um gol simulando embalar uma criança com os braços, na Copa do Mundo de 1994. Na noite deste sábado, dia 04, a imagem histórica se repetiu na Arena da Amazônia.

"Agora o Mateus já está com 22 anos (risos), mas é uma alegria e o gesto e foi de extremo coração. Jamais imaginaria que um gesto de coração de muito amor iria se perpetuar. Viajo o mundo todo China, Arábia, e as pessoas ainda se lembram. Estou muito feliz", declarou o tetracampeão mundial, feliz com a arrecadação recorde de alimentos. 

"Sempre bom estar aqui em Manaus. A gente se sente bem, é um jogo beneficente e sempre temos que ajudar o próximo. Feliz em participar desse jogo. Disso tudo, a arrecadação dos alimentos é o fato mais importante", finalizou.

0 comentários:

Postar um comentário