segunda-feira, 29 de maio de 2017

Policiais civis do Denarc prendem jovens no Porto Privatizado de Manaus com 51 tabletes de skunk avaliados em R$ 300 mil



Sob o comando dos delegados Paulo Mavignier e Tamara Albano, diretor e diretora-adjunta, respectivamente, do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), as equipes de investigação da unidade policial prenderam, em flagrante, na manhã de domingo, dia 28, por volta das 8h, no Porto Privatizado de Manaus, no bairro Centro, zona Sul, Denis Cordeiro da Silva, 22; Junilson Franco Castilho, 21; Paulo Barros da Silva Junior, 19, e Rafael Vieira Braga Melo, 21, com aproximadamente 60 quilos de maconha do tipo skunk, avaliados em R$ 300 mil.

O bando foi apresentado durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira, dia 29, às 9h30, no prédio da Delegacia Geral, zona Centro-Oeste da cidade. Segundo a delegada Tamara Albano, o caso estava sendo investigado há cinco dias, após delação feita ao número (92) 99415-0129, o disque-denúncia do Denarc, informando que três indivíduos, com as características de Junilson, Paulo e Rafael, teriam saído de Tefé, município distante 523 quilômetros em linha reta da capital, com destino a Manaus, trazendo uma quantidade significativa de drogas para a capital.
 “Após a delação as equipes do Denarc montaram campana no lugar indicado e, na manhã de ontem, dia 28, nas imediações do “Roadway”, identificamos Junilson, Paulo e Rafael, a partir das características repassadas. Denis estava aguardando o trio em um veículo modelo HB20, de cor azul, que foi apreendido durante a ação. Ficamos observando os infratores até eles deixarem a embarcação e, no momento em que eles colocaram as malas no veículo conduzido por Denis, realizamos a abordagem. Os quatro foram presos em flagrante e, relataram, que cada um receberia R$ 2 mil pelo transporte da droga” explicou a diretora-adjunta do departamento.
No interior das bagagens os policiais civis encontraram 51 tabletes de maconha, totalizando, aproximadamente, 60 quilos da substância ilícita. No momento da coletiva, Albano ressaltou que os entorpecentes seriam distribuídos em pontos de comercialização de drogas em Manaus. 
Denis, Junilson, Paulo e Rafael foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp) os policiais civis constataram que Denis já tinha passagem pela polícia por homicídio, Junilson por roubo e Paulo por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do Denarc, os infratores serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul de Manaus. 

0 comentários:

Postar um comentário