sábado, 5 de agosto de 2017

TRE diz que está tudo pronto para receber os eleitores do AM




Manaus – Faltando um dia para a eleição suplementar para os eleitores escolherem, pelo voto direto, os novos governador e vice-governador do Amazonas, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informou que toda a preparação da estrutura para a realização do pleito, na capital e no interior do Estado, está pronta e apenas aguardando os cidadãos para votarem.
O Tribunal informou, por meio de sua assessoria, que, nesta sexta-feira (4), as últimas seções eleitorais foram montadas tanto em Manaus quanto no interior. Os dados informados mostram, ainda, que só na capital do Amazonas foram instaladas 3,6 mil urnas eletrônicas. Em todo o Estado o total é de mais de 7 mil urnas.


O TRE também confirmou a presença do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, que, de acordo com a assessoria, desembarcará às 10h em Manaus para acompanhar todo o pleito, desde a sede do Tribunal Regional.
O secretário de tecnologia e informação do TRE, Rodrigo Camelo, destacou que nesta eleição apenas dez municípios contarão com a votação mediante biometria nas urnas: Manaus, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Autazes, Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Iranduba, Silves e Manacapuru.
Para Rodrigo Camelo, a votação em urna eletrônica é a forma mais segura de se realizar uma eleição. “Nós temos uma empresa de auditoria trabalhando durante a votação, além de uma equipe do TSE, que vem exclusivamente para esta eleição. Temos a certeza que isso funciona e o eleitor pode ter mais segurança na hora de votar. Eu não vejo como a urna eletrônica pode ser burlada”, disse.
O secretário ressaltou que as pessoas que não se regularizaram com a Justiça Eleitoral até o início do mês de maio não poderão votar. “Muita gente reclamou que não conseguiu nesses dias se regularizar, mas a questão é que havia um prazo e ele foi amplamente divulgado. Deste o ano passado, estávamos chamando os eleitores para regularizar a sua situação no TRE”, comentou.
Rodrigo Camelo destacou que o Tribunal Regional está trabalhando com três aplicativos para facilitar a vida do eleitor. O ‘Onde Votar’ ajuda o eleitor a encontrar a sua seção eleitoral, o ‘Pardal’ é o canal mais simples de denúncia de irregularidades durante a campanha e a eleição, e o ‘Resultados’ é onde o eleitor pode acompanhar a apuração dos votos de cada candidato.
“Os aplicativos podem ser baixados nas plataformas IOS e Android, mas quem não puder acessar pelo celular pode entrar na página do TRE que também estará disponível lá”, afirmou.
A eleição suplementar ocorre após a Justiça Eleitoral ter decidido, no mês de maio, por 5 votos a 2, manter a cassação do ex-governador do Amazonas, José Melo (PROS), e do vice, Henrique Oliveira (SD), por compra de votos nas eleições de 2014. A corte também decidiu que o governador teria que deixar o mandato imediatamente, para que houvesse uma realização de eleições diretas no Estado.
Na última quinta-feira, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu manter a eleição direta, mas condicionou a diplomação dos futuros eleitos ao desfecho do caso no TSE, com julgamento de embargos de declaração e publicação do respectivo acórdão.
Fonte: D24am

0 comentários:

Postar um comentário