sexta-feira, 20 de abril de 2018

Custou, mas chegou o dia - Ministério Publico abre inquérito para investigar Geraldo Alckmin



Para quem passou muito tempo reclamando que os “Tucanos” não seriam acusados, e que chegariam ao banco dos réus, se enganou. Primeiro foi o senador Aécio Neves (PSDB), a virar réu, por corrupção, numa sessão histórica do Supremo Tribunal Federal – STF. 

Crente, que estava livre de uma ação da justiça, o governador Geraldo Alckmin, errou feio. O Ministério Público de São Paulo abriu nesta sexta-feira (20) um inquérito civil para investigar o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). E, para deixar Geraldo e Aécio sem dormir, agora uma saraivada de denúncias partem de todos os lados.

0 comentários:

Postar um comentário