sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Mega Comício em Manacapuru encerra campanha do primeiro turno de José Melo‏



Um super comício realizado na cidade de Manacapuru, na noite desta quinta-feira, 2 de outubro, selou o encerramento da campanha de reeleição do governador José Melo (Pros) para o primeiro turno. Uma multidão parou para assistir o ultimo discurso dos principais candidatos da coligação ‘Fazendo mais por nossa gente’, com a presença de Omar Aziz, candidato ao Senado, candidatos ao cargo de deputado estadual e federal, além da participação do prefeito de Manaus, Arthur Neto.
O agradecimento às manifestações de apoio ao 90 e a apresentação de propostas de trabalho, com destaque para investimentos na melhoria da economia e avançar na saúde do município, dominou o tom do discurso de José Melo. “Eu quero dizer que estou muito feliz com o apoio que venho recebendo em todos as cidades que passo. Escolhi Manacapuru para encerrar a nossa campanha no primeiro turno  porque o povo de Manacapuru tem fama de pé quente”, disse Melo, durante um momento de descontração.
Mesmo no último discurso da campanha do primeiro turno, Melo não dispensou a oportunidade de apresentar suas propostas. Para Manacapuru, Ele se comprometeu em instalar um centro de convivência da família e asfaltar as estradas vicinais produtivas do município. “Manacapuru será contemplada pelo maior projeto econômico de desenvolvimento que este Amazonas já teve. Vou aplicar o projeto Terra Produtiva que vai ser a carta de alforria (liberdade) dos nossos produtores que deixarão de ser escravos do machado, do terçado e da enxada porque vou fazer a mecanização para que os nossos produtores rurais possam, nessas vicinais, desenvolver a piscicultura e a fruticultura”, disse Melo.




Outra alternativa para os pequenos empreendedores foi apresentada por meio do projeto de criação do Banco do Povo, que vai substituir a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), num formato mais acessível e com menos burocracia ao pequeno empreendedor. “Este banco vai emprestar até R$ 15 mil e a unica coisa que terá que apresentar é CPF e comprovante de residencia. Esse banco é para você que vai de casa em casa fazer manicure, você vai poder ir no banco do povo, pegar um empréstimo e construir um espaço para atender seus clientes”, explicou Melo.
O candidato do Senado, Omar Aziz, conduziu o discurso para um comparativo entre os quatro anos do governo dele ao lado de Melo contra os oito anos de Eduardo Braga.
“É importante Manacapuru saber fazer comparações entre os quatro anos do meu governo com o Melo e os oito anos do Braga em relação a Manacapuru. Aquela ponte que ele diz que ligou Manaus a Manacapuru, ele deixou pela metade. A outra metade quem fez fomos nós e ainda pagamos a conta com R$ 600 milhões de recursos do Estado. A parte que ele pagou foi com dinheiro emprestado. E eu tive que sacrificar o Estado no primeiro ano para concluir a ponte. Segundo, ele mentiu descaradamente no último debate. Ele boicotou do primeiro ao último minuto o recurso para duplicar da Rodovia Manoel Urbano. Passamos um ano para fazer o projeto, mais um ano e meio para aprovar nos órgãos de licenciamento ambiental. Ele diz que vai concluir em dois anos. Se vocês elegerem o Melo, o Melo conclui em um ano essa obra”, assegurou Omar.
Um governo construído a quatro mãos rendeu bons frutos à população amazonense. Por isso, o Omar chamou a população para fazer comparações.
“Vamos falar de saúde. Trabalhamos muito e agora o novo hospital de Manacapuru está sendo concluído. E não vai ser um hospital qualquer. O hospital vai ter médicos especialistas, as pessoas não precisarão mais ir a Manaus porque o Melo vai equipar e colocar profissionais. Isso em quatro anos. Tem político que passou oito anos e não fez o hospital. É ou não é verdade?”, questionou. “Já estamos construindo também a Escola de Tempo Integral para ajudar os filhos de vocês. O que os outros governadores fizeram pela segurança pública de Manacapuru? Eles mandavam viatura velha que quebrava na primeira esquina. Nosso governo trouxe o Ronda no Bairro para ajudar as pessoas com viaturas e motos. E aumentou o efetivo da polícia”, completou.
Omar analisou ainda os debates eleitorais e projetou uma realidade diferente para o segundo turno. 
Antes de completar o discurso, o governador mais bem avaliado do Brasil teceu elogios ao prefeito de Manaus, o ex-senador Artur Virgílio Neto. “No Senado, tenho o exemplo do Artur Virgílio Neto, grande senador. Homem que todos os políticos do Estado devem ter como referencia. Vou defender esse Estado, Artur, com altivez, como você fez. Com a cabeça erguida como você fez. Colocando a bandeira do Amazonas em primeiro lugar”, finalizou Omar.

0 comentários:

Postar um comentário