sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

JAMBO VERDE - Prefeito do interior rebate vereadores e afirma está sendo vítima de perseguição política



O Prefeito de Caapiranga, município distante 137km da Capital Manaus, Zilmar Almeida de Sales, que é do partido PSD, do ex-governador e hoje Senador da República Omar Aziz, afirma que vem sendo vítima de perseguições políticas e de ataques sorrateiros de 3 vereadores de Caapiranga.
Sales, revoltado, afirma que esses vereadores, estão buscando, a todo custo, desestabilizar sua administração, usando de meios escusos e denúncias vazias, descabidas e afirmações inverídicas e mentirosas.
Segundo o Prefeito, esta semana, os tais vereadores procuraram um jornal em Manaus e fizeram várias afirmações que nem de longe condizem com a verdade. Sales rebate o que ele classificou como mentiras.
O Prefeito disse que os 3 vereadores: Sabá Nunes (PDT), Wellington Oliveira (PHS) e Tico (PRB) mentiram quando afirmaram que a prefeitura havia feito uso indevido de máquina pública em benefício de empresa terceirizada. 





Ora, nossa Administração, não faz uso indevido do carro coletor de lixo da Prefeitura em benefício de ninguém. O que ocorre é que a Prefeitura está fazendo os trabalhos de coleta de lixo, por conta própria. Não há nenhum erro, nem ilegalidade nisso.
Quanto a empresa do Sr. Claudemiro Rocha, o contrato com a Prefeitura já se encerrou em 2014. Contrato este legalmente firmado, de acordo com a lei de licitações e contratos Lei Federal 8.666/93. Jamais houve contrato sem licitação.
O Prefeito não “deu” o carro coletor de lixo da Prefeitura para empresa nenhuma trabalhar. Não sou louco, disse Sales, pra sair entregando o bem público a terceiros. A prefeitura é que está realizando o trabalho de coleta do lixo, como já frisei anteriormente e não mais a empresa do Sr. Claudemiro Rocha, por quem, por sinal, tenho maior respeito.
Quanto ao descarte do lixo, a Prefeitura continua a fazer como fora feito em administrações anteriores, no lixão municipal. O que ocorreu em determinada data, cerca de 2 dias, foi que o caminho para o lixão foi inundado com a forte chuva que caiu sobre o local, o que impediu o carro de lixo de ir até o lixão. Contudo, assim que a normalidade voltou (em cerca de 2 dias) o lixo foi imediatamente recolhido e dado destino final.
Sales disse, aproveitando o momento, que a prefeitura está desenvolvendo, em parceria com a Associação Amazonense de Municípios, projeto para destinação adequada do lixo que, segundo o Prefeito, é um problema de todos os municípios do Amazonas e do Brasil, e não somente de Caapiranga.
  
Zilmar Sales disse que esses 3 vereadores são diferentes dos demais, não buscam benefícios para o Município, portanto não merecem respeito da população. Inclusive, 2 deles moram em Manaus e não conhecem a realidade do Caapiranga, já o outro, várias vezes foi vereador em Caapiranga e é conhecedor dos problemas do Município, porém nunca se dispôs a buscar meios de ajudar o Município. Só atrapalha. Talvez por isso foi derrotado na última eleição, chegando ao assumir uma cadeira de vereador pela morte do seu titular.  
Temos outros vereadores de oposição, além desses 3, como os parlamentares municipais, Ver. Silas Ruiz (PP), Ver. França Queiroz (PP) e o vereador José Aldenor (PMDB), mas que têm sido políticos responsáveis, até aqui cumpridores do seu dever e que merecem nosso respeito, pois tem buscado, juntamente com os vereadores da nossa base, Ver. Raimundo Martins (PSD), Ver. Mário Jorge do Araras (PSD), melhorias para o Município junto as Secretarias e ao Governo do Estado, e na Câmara Municipal aprovando leis que buscam melhorar a vida da população.

O Prefeito Zilmar Sales, disse que não vai deixar barato essas calúnias e injúrias que servem apenas para denegrir a imagem da Administração e dos seus servidores.  Sales disse que, juntamente com sua assessoria jurídica, vai ao judiciário denunciar as artimanhas e agressões e leviandades pessoais dos 3 vereadores. E também estuda ingressar com representação na própria Câmara Municipal, por quebra de decoro parlamentar, o que poderia levar a cassação dos mandatos dos vereadores.

Oposição deve ser feita com responsabilidade, não com mentiras e calúnias. O Vereador tem imunidade parlamentar apenas no parlamento municipal, e isso com suas ações dentro da legalidade. Fora isso, são passíveis de punibilidade como qualquer cidadão. Finalizou o Prefeito.

Colaborou: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caapiranga.

0 comentários:

Postar um comentário