quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Amazonastur inicia planejamento turístico da "Terra do Guaraná"



O Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), em parceria com a Prefeitura Municipal de Maués, através da Secretaria Municipal de Turismo, começa a trabalhar o Planejamento Turístico do município, popularmente conhecido como a 'Terra do Guaraná'.
O primeiro passo para potencializar turisticamente o município, localizado a 259 quilômetros a Leste de Manaus, ocorreu na última quarta-feira (18), quando a presidente da Amazonastur, Oreni Braga, se reuniu com a Secretária de Turismo de Maués, Ellen Mendonça.
Durante o encontro, ficou definido, como prioridade, que a partir do próximo mês, o município vai receber uma Oficina de Planejamento Turístico. "Maués é um município mundialmente conhecido pelo fruto do guaraná, mas precisamos agregar valor desse fruto a gastronomia, cosméticos, saúde (longevidade), fármacos (fitoterápicos), artesanatos e outros. Ou seja, temos que trabalhar toda essa cadeia para potencializar turisticamente o município".

Além disso, segundo Oreni Braga, a Amazonastur e a Prefeitura do Município, pretendem trabalhar a Pesca Esportiva e resgatar a cultura e história do povo japonês. "Maués foi o primeiro município que recebeu famílias japonesas e é esse legado histórico e de patrimônio que pretendemos resgatar", informou a titular da Amazonastur.

Para a Secretária de Turismo de Maués, Ellen Mendonça, a reunião foi muito proveitosa. "Vamos agora demandar a Amazonastur e esperar que tudo que conversamos possa ser realizado. Boa vontade de duas partes existe e isso é primordial para começar a trabalhar".

Flutuantes turísticos – A presidente da Amazonastur também inciou tratativas com os empresários dos flutuantes turísticos que atuam no arredores de Manaus. "A reunião com os empresários dos flutuantes é uma iniciativa da Amazonastur para organizar e regularizar o segmento, uma vez que os turistas locais, nacionais e internacionais buscam esses ambientes como lazer. É um segmento que tem crescido e diversificado a oferta de serviços e de atrativos", disse Oreni.

A proposta, segundo a presidente da Amazonastur, é fazer com que esses equipamentos melhorem seus ambientes, qualifiquem os prestadores de serviços, a fim de que o Órgão de Turismo possa divulgar com segurança no site oficial e juntos aos parceiros nacionais e internacionais.

0 comentários:

Postar um comentário