terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Do D24am - Lideranças da rebelião serão transferidas de Manaus, anuncia ministro da Justiça



Manaus - O ministro da Justiça Alexandre de Moraes anunciou em coletiva na noite desta segunda-feira (2), no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que as lideranças envolvidas no confronto entre facções criminosas Família do Norte (FDN) e Primeiro Comando da Capital (PCC) serão identificadas e depois transferidas para presídios de segurança máxima do País. A medida foi anunciada após a rebelião mais violenta da história do sistema prisional do AM, que terminou após 15 horas com 56 mortos.

"Providenciamos a transferências. A Polícia Civil instaurou inquérito para identificar as lideranças, já há indícios das lideranças que participaram desses homicídios. Identificados, haverá o pedido de transferência para os presídios federais. É um pedido extremamente importante que o Ministério da Justiça vai auxiliar", disse Alexandre de Moraes.
O ministro e o secretário de Segurança Pública (SSP-AM) Sérgio Fontes informaram que não será necessário o auxílio das Forças Nacionais na segurança pública do Amazonas. 
"Não há necessidade da força nacional nesse momento, quem analiou a necessidade de pedir foi o Estado, não é uma situação de insegurança pública, o que houve uma situação muito dura, muito forte, de mortes em rebelião", disse Alexandre de Moraes. 

0 comentários:

Postar um comentário