terça-feira, 13 de junho de 2017

Carlos Alberto participa de Sessão Especial dos 15 anos do Proerd



Na manhã desta terça-feira (13) o deputado estadual Carlos Alberto (PRB) discursou no plenário Ruy Araújo, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), aos alunos, policiais militares, autoridades e colaboradores do Programa Educacional de Resistência as Drogas e a Violência (Proerd), que foi homenageado pelos 15 anos em sessão especial na Casa Legislativa.
A solenidade foi proposta pelos deputados Cabo Maciel e Platiny Soares.
O deputado Carlos Alberto, destacou que o programa da Polícia Militar é extraordinário para as crianças e adolescentes do Estado.

“Pra mim é uma honra participar dessa sessão especial. É um projeto tão extenso e que salva vidas”, disse o deputado, que também parabenizou a solenidade.
Conforme o comandante da PM-AM, coronel David Brandão, a polícia não se restringe a só os trabalhos de campo, mas sim de assistência a sociedade em geral.
“A polícia sempre esteve a serviço da população. Nós adotamos ao programa Proerd para combate as Drogas. Foi implantado com base em um projeto do governo dos Estados Unidos. É um programa estratégico”, disse o coronel da PM-AM.
O deputado Carlos Alberto também entregou certificados aos policiais militares que participam do projeto de combate as drogas.
Proerd
No Amazonas, o Proerd foi implantado em 2002, inicialmente na cidade de Manaus e nos anos subsequentes, em parte dos municípios da região metropolitana e municípios do arco de fronteira.
O Proerd aplica técnicas centradas na resistência à pressão de grupos, auxílio na tomada de decisões para dizer não as drogas, desenvolvimento de habilidades que levem a motivação, além de ser um programa estratégico que objetiva educar principalmente as crianças e adolescentes em seu meio natural, a escola, com atividades interativas auxiliadas pelo policial instrutor Proerd juntamente com o professor, permite ainda que as crianças desenvolvam uma atitude positiva em relação às autoridades e respeito às leis.

0 comentários:

Postar um comentário