terça-feira, 1 de agosto de 2017

Corado reúne com professores e anuncia novas ações na educação




Amaturá (AM)  ̶  Elaboração do novo Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS), retomada da construção das 13 escolas abandonadas pela administração passada, construção de uma escola municipal de tempo integral na sede do município, cursos de qualificação e atualização e esclarecimentos quanto ao abono referente a 2016. Esta foi parte da pauta discutida na manhã desta segunda-feira (31/07) pelo prefeito de Amaturá Joaquim Corado (PMDB) com os professores em reunião realizada na quadra poliesportiva Antonieta Zau.

O prefeito reuniu com professores das escolas da sede e das comunidades ribeirinha e indígenas, onde apresentou as metas de sua administração para o segundo semestre com objetivo de melhorar os índices da Educação no município.
Corado destacou a necessidade de elaborar um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários para os professores que proporcione a categoria a progressão. “No atual plano não há progressão”, observou. O novo PCCS já está sendo discutido no âmbito da Secretaria Municipal de Educação sob a coordenação da secretária Helen Aquino.
Ele afirmou que com o novo plano, o salário inicial será o Piso Nacional, havendo faixas salariais maiores para os professores com pós-graduação, mestrado e doutorado.
Outra questão esclarecida pelo prefeito é em relação ao abono salarial dos professores referente ao exercício de 2016. Explicou que a gestão anterior não pagou os encargos sociais da folha de pagamento relativo aos meses de novembro, dezembro e da folha do 13º. Salário.
Isto se deve ao fato no qual os 60% do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico, é destinado ao pagamento de salários e encargos dos professores, no caso Previdência. O restante, 40% é destinado para custeio, investimento e pagamento de salários dos servidores administrativo. “Se ele quisesse pagar o abono bastava deixar empenhado o pagamento e com dinheiro em caixa. Isso não aconteceu”.
Na reunião que durou mais de três horas, o prefeito anunciou a retomada das obras das escolas abandonadas nas comunidades indígenas e ribeirinhas, a construção de uma escola de tempo integral, a disponibilização de cursos de aperfeiçoamento aos professores, a reforma das escolas existentes na sede e nas comunidades.

0 comentários:

Postar um comentário